Aguarde, por favor...

Protocolos de Tratamento

PROTOCOLO DE ENVENENAMENTO POR MONOXIDO DE CARBONO OU INALAÇÃO DE FUMAÇA


DEFINIÇÃO

O Monóxido de Carbono (CO) é um gás incolor e inodoro, produzido pela combustão. O envenenamento ocorre pela inalação, acidental ou intencional (suicídio), e é responsável por 40.000 emergências e 1.000 mortes acidentais nos Estados Unidos anualmente. Aproximadamente, 5 a 6% dos pacientes avaliados nas salas de emergência por envenenamento por MC são tratados com Oxigenioterapia Hiperbárica (OHB).

EFEITO

1. Toxicidade fetal – O feto tem cerca de 10 a 15% do nível de carboxihemoglobina acima do nível da mãe com diminuição de oxihemoglobina ofertada aos tecidos fetal e com as conseqüências desta falta de oxigênio que pode ir de retardo mental, hipotonia do pescoço e extremidades até morte fetal.

2. Lesões neurológicas – devido à baixa do oxigênio cerebral por cauda da carboxihemoglobina. As lesões vão desde lesões mínimas a alteração do status mental, convulsão amnésia, apraxia, parkisonismo, cegueira, incontinência, neuropatia periférica, inconsciência, etc.

3. Lesões neurológicas tardias – Ocorre de 3 a 47%. São: afasia, apraxia, apatia, desorientação, alucinação, rigidez de nuca, incontinência fecal e urinária e bradiquinesia, mudança de personalidade.

OXIGENOTERAPIA HIPERBÁRICA

Tratamento

Pressão de 2,5 ATA


Tempo de 90 a 120 minutos, conforme câmara monoplace ou multiplace


2 a 5 sessões em 95% dos casos


RESULTADO



OUTROS PROTOCOLOS




logo-cmmh copy

Conforto e segurança para o seu paciente, tranquilade e confiança para você. Pioneiros em Oxigenoterapia Hiperbárica em Minas Gerais, com 16 anos de atividade, o Centro Mineiro de Medicina Hiperbárica oferece um trabalho de excelência e referência.

Centro Mineiro de Medicina HIperbárica, 2017. Todos os direitos reservados.