Aguarde, por favor...

Protocolos de Tratamento

PROTOCOLO DE QUEIMADURAS


CLASSIFICAÇÃO

  • 1º Grau – Não há morte celular. Regeneração da pele.
  • 2º Grau – Mecanismo de cura – Pelas células dos anexos que através da multiplicação concêntrica vão fazer a restauração da pele.
  • 3º Grau – Mecanismo de cura – Por não ter ductos dos anexos, não vai haver restauração e apenas cicatrização. Para evitar isso – enxerto.

EVOLUÇÃO

  • 1º grau – regeneração – há a reconstituição da arquitetura original, sem seqüelas estéticas ou funcionais.
  • 2º grau – restauração – formação de novo epitélio a partir dos anexos existentes, reparação da derme com seqüelas estéticas temporárias apenas.
  • 3º grau – cicatrização por 2ª intenção
    • Epitelização a partir das bordas
    • Formação de tecido de granulação
    • Eliminação de escaras
    • Formação de cicatriz


INDICAÇÕES

OXIGENOTERAPIA HIPERBÁRICA

  • Queimadura de 3º grau – sempre
  • Queimadura de 2º grau – extensão acima de 30% e áreas nobres (face, mamas, genitália, períneo, mãos, pés)
  • Queimaduras de 1º grau – não há indicação
  • Queimadura elétrica e fogo – sempre
  • Queimadura por Hélio – sempre

PROGRAMAÇÃO: Grandes queimados

  • Desbridamento apenas o essencial + OHB (10 sessões).
  • Novos desbridamentos das áreas necróticas delimitadas pela OHB até tecido de granulação satisfatório para enxerto (cerca de 20 a 30 sessões).

Pressão de 2,5 ATA


Tempo de 90 a 120 minutos, conforme câmara monoplace ou multiplace


10 a 30 sessões em 95% dos casos



OUTROS PROTOCOLOS




logo-cmmh copy

Conforto e segurança para o seu paciente, tranquilade e confiança para você. Pioneiros em Oxigenoterapia Hiperbárica em Minas Gerais, com 16 anos de atividade, o Centro Mineiro de Medicina Hiperbárica oferece um trabalho de excelência e referência.

Centro Mineiro de Medicina HIperbárica, 2017. Todos os direitos reservados.